5 de nov de 2012

Tudo pode mudar


Chega um momento em que as emoções estão à flor da pele, que as mais simples expressões tornam-se ofensivas. Os ânimos estão exaltados, as feridas demorando a cicatrizar devido ao constante bombardeio de "me disses" errôneos e mal intencionados. Querendo ou não, tudo isso afeta a saúde, seja ela física ou mental. O mau estar se instala, as doenças oportunistas aparecem, o desânimo se aproxima sorrateiramente, a depressão diz um "Olá!". 
Daí, percebe-se que chegou a hora de tomar uma decisão, de assumir uma postura baseada no bem querer individual e coletivo (pois vivemos em sociedade).

Quero poder descansar à sombra
Sentindo o frescor da manhã me envolvendo.
Quero sair sem destino 
Só para sentir o gostinho da liberdade descompromissada.
Quero ler por dias e dias seguidos
Para poder viajar na imaginação e no mundo silencioso das estórias.
Quero trabalhar  no que me dá prazer
E, quando voltar para casa, ter o teu afago ao anoitecer.


Nenhum comentário: