30 de jun de 2012

Sobre as mulheres


O que os homens sabem sobre as mulheres nada contra a correnteza da coerência e desacredita na possibilidade da romântica afirmação “dois em um”, de preferência respeitando as singularidades.

Em uma versão mais simplificada, toda mulher tem uma alma de princesa e há certas coisas que combinam e outras que destoam do universo feminino. Será que os homens percebem isso? Esperançosa e sem nenhuma credibilidade literária, mas engajada na ideia de soltar minhas fantasias e acreditar na teoria de que o processo, maturidade e crescimento devem levar as pessoas a algum lugar, eu resolvi escrever sobre as brechas, as janelas e frestas desta princesa escondida em cada mulher.

Quero apenas avisar uma coisa a você que leu até aqui: isso não é um diário de bordo, porque não posso correr o risco de ter minhas lutas e labutas publicadas, uma vez que não dá ibope algum. Também não é uma caixinha de promessas, que garante milagres nas tarjetas. Nem bula de remédio prescrito para acertar as suas próximas milésimas conquistas femininas. Eu apenas desenho a minha textura e talvez a de muitas outras mulheres.


Sobre as mulheres:

01. Mulher é feita de um material sensível, sem exceção, portanto é sempre bom cuidar para não esgarçar.
02. Primeiro as mulheres, não é regra. Primeiro, vale apenas quando precisa colocar a mulher antes do futebol com os amigos.
03. Se quiser mesmo conquistar uma mulher, por favor, use originalidade. Mulher gosta de mostrar para as outras o quanto ela é importante para alguém.
04. Os sentimentos e sintomas das mulheres são parecidos. Isso significa que todas odeiam traição e precisam ouvir que são amadas, com periodicidade necessária para dar-lhes segurança.
05. As indústrias de cosméticos vivem em função do universo feminino, então, por favor, valorize isso. Quando uma mulher demorar duas horas para escolher entre um jeans e um short, é porque aquilo realmente importa. Faça o favor de se importar também com o cabelo que ela cortou meio centímetro, com o novo pó compacto, com o batom deslumbrante.
06. Toda mulher quando vai a uma festa “nunca tem roupa”, mesmo com o guarda roupa lotado. Entenda isso como desejo de estar sempre bonita.
07. Mulher chora: de raiva, por amor, de tristeza, de alegria. Então, mulher chora e todo homem fica sem saber o que fazer com o choro feminino, achando-se impotente ou culpado. Talvez até seja.
08. Mulheres gostam de presentes e isso é sério. Um percentual considerável gosta de flores, outra parte gosta de chocolates e bombons, outra gosta simplesmente de presente. Quer agradar? Procure saber o que ela gosta e ofereça de presente. Se não tiver nada a oferecer, ofereça você (ela pode gostar disso também).
09. Mulheres têm medo de insetos. Muitas têm medo de baratas, outras de aracnídeos. Não questione e nem pesquise a respeito. Aceite que mulheres não entende que eles são pequenos e não vão causar qualquer dano.
10. Fotos de mulheres representam um capítulo a parte. Elas gostam mesmo de poses, caras, bicos e bocas. Mulheres fazem fotos de seus cãezinhos, seu gato, sua almofada, suas unhas, enfim mulher gosta de uma exposição, desde que não seja de motivos.
11. Mulher conta tudo para as melhores amigas e tem várias melhores amigas, portanto as maiores intimidades ficam entre quatro paredes e 12 amigas íntimas.
12. Mulheres ficam mais bem humoradas quando estão apaixonadas e para o seu conhecimento, o contrário disso também é verdadeiro.
13. Se você mentir para uma mulher, não se preocupe, ela vai dar um jeito de descobrir.
14. Mulher adora conversar. Escute-a e não discorde, ela quer apenas ser ouvida.
15. Discutir a relação é coisa feminina e dar um tempo no relacionamento é coisa de homem.
16. Algumas mulheres perdoam uma traição, mas ficam de orelha em pé e no próximo deslize jogam na cara.
17. A mulher quando sai de um relacionamento, ela muda. Muda o guarda roupa, muda o cabelo, muda o trajeto de carro, muda mesmo estando morrendo por dentro. A única coisa que não muda é o desejo que ela tem do ex-amado se ferrar, inclusive fica procurando saber se ele está bem. Se a resposta for positiva, ela procura ficar melhor ainda. Isso é sintoma camuflado de “eu te amo ainda, seu idiota”.
18. Mulher, quando é dispensada de uma relação ela faz absolutamente tudo para mostrar que nem se importou. Acredite, ela continua apaixonada.
19. Mulher tem fase, frases, períodos, épocas, verões, invernos, primaveras. Tem também livro predileto, ator preferido, filme inesquecível. Mulher é de uma coleção interminável de coisas e modos de viver. Acostume-se.
20. Nunca pergunte a idade de uma mulher. Adivinhe e sempre pra menos.
21. Mulher tem medo de envelhecer, pavor a celulite, gordura localizada, estrias. Você nunca notou nada disso? Ainda bem!
22. Geralmente mulher não tem boa orientação espacial. Procure saber o endereço direitinho.
23. Mulher tem instinto maternal. Isso significa que ela sempre vai tentar cuidar de você.
24. Mulher consegue a proeza de administrar trabalho, amigos, amor, família e ainda sobra fôlego para salão, shopping. Tente acompanhá-la em pelo menos uma destas opções.
25. Suas desconfianças são verdadeiras: mulher finge que está dormindo, finge que estão com dor de cabeça, finge que estão tudo bem, quando ela quer é te jogar pela janela abaixo.
26. Mulher pode ser o pódio ou a arquibancada, dependo do que for conveniente para ela, no momento. 

E finalmente, mulher gosta de amor, de ser amada. Ame. Mulher não se adapta ao gostar “como irmã”, querer bem e outros adjetivos mancos. O restante sobre a mulher, meu caro, renderia um livro com um turbilhão de afetos, exagero de sensibilidade, engajadas na busca de um amor tão definitivo, exato, absurdamente forte, com todos os refrões de canções para encantar e lágrimas de filmes românticos.


Ofereço assim um bônus:

Toda mulher deseja (veja bem, eu não disse precisa. Precisar é um capítulo à parte) conhecer um homem carinhoso, compreensivo, gentil, inteligente, com afinidades e química suficiente para deixá-la transtornada. Toda mulher deseja ser lembrada e esquecer qualquer data para ela é uma afronta. Toda mulher deseja que o homem seja essencialmente fiel, para merecê-la. Todas elas são romântica, mesmo as que se fazem de duronas. Mulher é feita de piro romantismo. Deus fez a gentileza de açucarar a mulher.

Este, meu amigo, é o território feminino e eu presumo que o homem, feito da mesma matéria, procura isso também.

(Ita Portugal)

Texto lido no Blog da Lua. Recomendo uma visita.

22 de jun de 2012

Na maturidade do amor

Me encantei.
Depois me desencantei.
Sofri, chorei, esperneei, desabei.
Tive esperança.
Questionei até me resolver.
Agora, vou atingir a maturidade.
Vou me reintegrar, tomar posse do amor. Deixar ele me invadir mais uma vez. Vou investir neste sentimento que me levava à loucura.
Agora não leva mais. A maturidade é serena, suave, paciente e perspicaz.
Tenho um amor incondicional, que me direciona e ao mesmo tempo me deixa sem chão, que me faz flutuar de tanta alegria. Esse amor me faz restabelecer a ordem na minha vida, restaurar meu dia a dia, me dar força. Ele é pleno, é total, é inteiro e recíproco.
O amor da minha vida.



Este post está participando da Blogagem Coletiva "Amor aos Pedaços", do blog da Luma.


Hummmmm

Estou bastante animada com minha dieta. Por isso, resolvi colocar aqui duas "receitas" que fiz nos almoços de ontem e de hoje. Receitas entre aspas porque a primeira foi adaptada e a segunda inventada.
Ontem fiz abobrinha recheada.
Cortei 2 pedaços de abobrinhas, tirei a polpa e coloquei para cozinhar em água e sal (a cumbuca que ficou da abobrinha e a polpa) por, no máximo, 10 minutos. 
Enquanto cozinhava, preparei o recheio: cortei em cubos bem pequenos queijo mussarela e queijo minhas frescal, e misturei com um pouco de requeijão cremoso light. Depois acrescentei tomate cortado em pedaços pequenos. Quando a polpa estava cozida, amassei-a e acrescentei galinha já cozida, desfiada. Juntei as misturas de queijo, tomate, polpa e galinha. Recheei as abobrinhas e polvilhei com um pouco de queijo ralado de saquinho (eu não tinha queijo parmesão ralado grosso). Coloquei no forno para gratinar.

Acrescentei os queijos e tomate
Polpa da abobrinha com frango desfiado







Abobrinhas recheadas


Como acompanhamento, salada crua e carne moída recheada com queijo e presunto light
Hoje o cardápio foi coxa de frango assada.
Temperei o frango com sal e pimenta do reino e cozinhei um pouco. Enquanto isso, em uma vasilha coloquei tomate, pimentão verde e cebola em rodelas, acrescentei molho inglês, um pouco de mostarda e vinho tinto. Coloquei também umas folhas de agrião e hortelã. Quando as coxas estavam começando a amaciar, tirei-as do fogo e coloquei-as nesta mistura junto com o caldo. Deixei por, mais ou menos, meia hora. Forrei um pirex com papel laminado e coloquei as coxas de frango com os temperos. Coloquei para assar. Não sei o tempo exatamente porque não marquei, eu sempre ficava olhando o ponto. Acredito que ficou assando por, aproximadamente, 1 hora.

Temperos
Coxas marinando


Arrumadas num pirex para ir ao forno
Depois de assada (a foto ficou um pouco escura)



















E, para acompanhar, uma salada temperada com azeite extra virgem e orégano.

Tomate, alface e agrião

14 de jun de 2012

Eu vou ficar bem

Bom, a partir desta semana estarei revendo e mudando/adaptando meus hábitos alimentares, a atividade física virá depois. É por uma excelente causa: minha saúde. Estou bastante acima do peso.
Desde o ano passado tenho sentido dores na perna esquerda, me afastei do trabalho, tomei remédios, fiz fisioterapia, mas nada disso adiantou muito. 
Em meados de maio deste ano estive numa endocrinologista. Ela passou diversos exames (alguns eu até nunca tinha feito) e me encaminhou para uma nutricionista, que me atendeu no começo de junho. Levei os resultados dos exames pra ela olhar. Conversamos bastante sobre meus hábitos, minha rotina. Ela fez algumas anotações. Me pesou, mediu minha cintura, viu meu IMC e mediu meu percentual de gordura através da antropometria. 


Esta semana voltei ao consultório para pegar as orientações alimentares, dicas de receitas, tabela de substituições e receita de medicamentos fitoterápicos manipulados. Estou buscando, na net, algumas receitas de saladas, alimentos menos calóricos para ajudar na variedade do que vou comer, pois tenho facilidade para enjoar se ficar me alimentando das mesmas coisas.
Estou animada.
Um dos alimentos que estavam presentes hoje no meu almoço foi abobrinha. Cortei uma abobrinha em fatias, temperei com sal e pimenta do reino e deixei descansar. Na hora do almoço, passei elas com um fiozinho de azeite numa frigideira de teflon. Retirei quando estavam douradas. Rapidinho e prático.









Meu almoço hoje, aos poucos vou me adaptando
Minha refeição da noite - pão integral, cenoura ralada, queijo branco, atum, alface, orégano e uma pitadinha de mostarda
Vou me pesar toda semana, mas nada de neuras, é só para observar se está dando certo as orientações, se precisa mudar algo.  Tenho que me policiar é em relação às 6 refeições diárias que tenho que fazer.
Voltarei para a nutricionista no dia 10 de julho. Acredito que terei um acompanhamento mensal. Só consegui retorno para a endocrinologista no dia 10 de julho, quando ela verá os resultados dos exames. Mas como sou curiosa, pesquisei na net o significado daqueles que eu nunca tinha feito. Foram exames relacionados ao fígado. E ao que tudo indica, tenho gordura acumulada neste órgão. Tratamento? Emagrecer. Este é o meu objetivo. Emagrecer. Mas não por vaidade. Por saúde.
Eu vou melhorar.
Eu vou ficar bem.

13 de jun de 2012

Foi decretado feriado pessoal

Estes dias precisam constar no novo calendário feminino. São 10 dias que você poderia decretar feriado pessoal:
Quando sua melhor amiga que mora longe vem visitá-la. E toda tarde ainda não vai ser suficiente para colocar as fofocas em dia.

Quando você revira o guarda-roupa e percebe que não, não tem MESMO nada para vestir.

O dia em que terminou um namoro. Você só quer ficar em casa chorando. E toda a maquiagem do mundo não vai disfarçar os seus olhos vermelhos.

Quando tem, finalmente, um encontro com o cara de quem está afim há seis meses - todo tempo extra é bem-vindo para ficar o mais linda possível.

Toda segunda-feira.

Quando chega o box completo de Sex and the City que comprou pela net. A pipoca já está estourando no microondas e você pode passar o dia emendando uma temporada na outra.

Na manhã seguinte ao melhor sexo da sua vida. Não seria ótimo poder ficar o dia todo na cama?

Quando seu filme preferido vai passar na Sessão da tarde. E ainda por cima está chovendo. E você está na TPM.

Depois daquela festa... Aquela em que você bebeu demais, e óbvio, acordou com ressaca.

E, finalmente, no seu aniversário - quer melhor presente que esse?

(Fonte: Revista Nova - Via Blog Independentemente Mulher)

11 de jun de 2012

Ostra feliz não faz pérola


"Ostra feliz não faz pérola". A ostra, para fazer uma pérola, precisa ter dentro de si um grão de areia que a faça sofrer. Sofrendo, a ostra diz para si mesma: Preciso envolver essa areia pontuda que me machuca com uma esfer lisa que lhe tire as pontas... Ostras felizes não fazem pérolas... Pessoas felizes não sentem a necessidade de criar. O ato criador, seja na ciência ou na arte, surge sempre de uma dor. Não é preciso que seja uma dor doída... Por vezes a dor aparece como aquela coceira que tem o nome de curiosidade. Este livro está cheio de areias pontudas que me machucaram. Para me livrar da dor, escrevi".
Com estas palavras, o próprio autor define o seu livro. Rubem Alves, um dos intelectuais mais respeitados do Brasil revela muito de suas próprias experiências de vida em "Ostra Feliz Não Faz Pérola". Um prato cheio para quem busca conhecer novos pontos de vista sobre a vida.

Este é um livro de Rubem Alves que eu gosto bastante. À medida que ia me deliciando com cada palavra, cada texto, ia anotando momentos que achei perfeitos. Hoje, resolvi colocar "minhas" anotações aqui no blog e socializar com vocês.

"Um amigo é uma pessoa com quem se tem prazer em compartilhar ideias de forma tranquila e mansa. Não é preciso estar de acordo. O rosto do meu amigo não é igual ao meu rosto. E essa diferença me dá alegria. Se convivermos bem com nossos rostos diferentes, por que haveríamos de querer que nossas ideias fossem iguais? Experimentar a diferença de ideias mansamente é uma das evidências da amizade. Assim, se você deseja saber se uma pessoa é sua amiga, pergunte-se: Temos prazer e gastamos tempo compartilhando ideias? Acho que os casais - namorados ou casados de papel passado - deveriam se propor esse teste. Não existe amor que sobreviva só de sentimentos, sem a conversa mansa."

"Gosto da palavra 'amantes'. Amantes são aqueles que se amam. Os amantes, separados pela distância, sentem saudades... Alegram-se com a memória do rosto da pessoa amada. Diferente das palavras 'marido' e 'esposa'. Para ser 'marido' e 'esposa' não é preciso amar."

"Amor é isto: a dialética entre a alegria do encontro e a dor da separação. E neste espaço o amor só sobrevive graças a algo que se chama fidelidade: a espera do regresso. Quem não pode suportar a dor da separação não está preparado para o amor. Porque amor é algo que não se possui, jamais. É evento de graça. Aparece quando quer, e só nos resta ficar à espera. E, quando ele volta, a alegria volta com ele. E sentimos então que valeu a pena suportar a dor da ausência, para alegria do reencontro."

" O amor nasce, vive e morre pelo poder - delicado - da imagem poética que o amante vê no rosto da amada. O amor prefere a luz das velas. Talvez porque seja isso tudo o que desejamos da pessoa amada: que ela seja uma luz suave que nos ajude a suportar o terror da noite."

"O apaixonado sofre menos com a morte da pessoa amada que com a sua partida para um novo amor. A morte torna eterno o amor. Ela fixa, para sempre, a bela cena. A partida, ao contrário, a destrói."

"Somos donos dos nossos atos, mas não somos donos dos nossos sentimentos. Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos. Podemos prometer atos. Não podemos prometer sentimentos. 'Eu sei que vou te amar, por toda minha vida vou te amar...' Lindo e mentiroso. Não se podem prometer sentimentos. Eles não dependem da nossa vontade. Sua existência é efêmera. Como o voo dos pássaros..."

"Carpe Diem - aproveite o dia. Ao sentir a passagem do tempo, nós percebemos que é preciso viver o momento intensamente."

O esmalte que usei para tirar foto com o livro foi da L'APOGÉE, cor Blush, cintilante.

Este post está participando da Blogagem Coletiva "Esmaltes e Palavras de Amor", do blog da Fernanda Reali.


Brincando com o Tempo

 ¸.•*¨) (¸.•´ (¸.•*´¨¨*•*´¨¨*•.¸.•*¨) (¸.•´
"O tempo não pára
Não pára, não
Não pára..." (Cazuza)

O tempo é, ao mesmo tempo, nosso aliado e nosso inimigo.
Aliado quando dizemos que ele cura tudo: a dor de perder um ente querido, um amor que se foi, uma decepção de amizade... e por aí vai.
Mas ele pode ser, também, nosso inimigo quando temos planos e sonhos a serem realizados e ele teima em demorar de passar.
Poxa, Sr. Tempo!
Dá um tempo pra nós!
Passa logo de uma vez que meus sonhos estão me atropelando e eu dependo de você para realizá-los e ser feliz.
 
 ¸.•*¨) (¸.•´ (¸.•*´¨¨*•*´¨¨*•.¸.•*¨) (¸.•´

Este texto escrevi a um certo tempo, quando eu quis muito realizar algo que dependia de uma data e o Sr. Tempo não passava nunca.
Falar sobre o tempo é algo que nos remete a várias situações. E só para não me alongar, passo meu precioso tempo na presença da minha filha, assistindo filmes e lendo (coisas que amo) - esta disponibilidade de tempo se deve à greve dos professores que já se arrasta por 60 dias, poderia passar horas a fio falando sobre esse tema, mas não é algo pertinente neste momento.  Quando estou trabalhando, meu tempo em casa se resume bastante e o tempo disponível para Minha Princesa também diminui muito, pois professor leva trabalho pra casa... e como leva!
Falando sobre tempo, algo que me vem à mente são relógios. Já usei bastante, mas depois do meu primeiro celular, este uso tornou-se um pouco raro. Porém ainda tenho alguns.

Finalizo este post com uma música que gosto muito, principalmente na voz doce e suave da Fernanda Takai.

 ¸.•*¨) (¸.•´ (¸.•*´¨¨*•*´¨¨*•.¸.•*¨) (¸.•´

Sobre o Tempo
(Pato Fu)

Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
Como zune um novo sedã
Tempo, tempo, tempo mano velho
Tempo, tempo, tempo mano velho
Vai, vai, vai, vai, vai, vai
Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final
Ah-ah-ah ah-ah
Ah-ah-ah ah-ah


Aqui, uma brincadeira com os esmates, muitas dúvidas, sem saber com o qual pintar. Todos da Risqué.
 






 E a brincadeira continua com Minha Princesa, que pintou as unhas iguais às minhas.

Este post está participando da Blogagem Coletiva do blog da Fernanda Reali


8 de jun de 2012

Talvez você não saiba


Talvez eu siga aquela estrela lá no céu
Num caminho sem fim.
Talvez eu ouça aquela música que me lembra você
Mas nada de chororô.
Talvez eu faça aquele jantar especial
Que aprendi nas revistas de receitas.
Talvez eu leia aquele livro 
Que teima em piscar para mim todas as vezes que vou dormir.
Talvez eu cante no banho 
Aquela música que não me sai da cabeça.
Talvez eu use o meu melhor perfume
Ensaiando uma frase em frente ao espelho.
Talvez eu me vista de princesa 
Só para passear num cavalo branco.
Talvez eu escreva o livro da minha vida
Mas só com lembranças infantis
As mais belas que existem. 
Mas sabe o que eu quero mesmo?
Usar uma roupa confortável
Fazer um chocolate quente
Deitar agarradinha aos meus travesseiros
E assistir a um filme cult
Debaixo do edredon.

7 de jun de 2012

Cuidados com a pele

Motivada por uma Blogagem Coletiva (BC) do blog da Fernanda Reali com o tema "Esmaltes e Cuidados com a Pele", resolvi escrever este post e mostrar como cuido da minha pele e dar algumas dicas simples e básicas. Pena que não deu tempo de participar da BC, mas acho que mesmo assim está valendo. Quem quiser ver outras dicas super legais sobre os cuidados com a pele, acesse o blog da Fernanda Reali, que está super recheado de coisas boas.

Duas vezes por semana uso sabonete líquido esfoliante e depois hidratante (este uso diariamente). Eu adoro a linha Nativa SPA do Boticário.

Sabonete líquido esfoliante, comum e hidratante, linha exótica, Lichia... perfeita
Também, duas vezes por semana uso um esfoliante no rosto, seguido por uma loção facial que limpa, tonifica e hidrata. Estes são da Avon.
Loção facial
Esfoliante










Faço depilação com cera, mas na urgência tenho um creme depilatório. Após depilação uso um óleo de limpeza e depois hidratante.










Alguns outros cuidados:
  • Beber bastante líquido.
  • Limpar a pele.
  • Ingerir alimentos naturais, evitar os industrializados.
Só não consigo usar protetor solar, não tenho costume e paciência, mas sei que é impressindível seu uso. É aquela história: "Faça o que eu digo, não faça o que eu faço."

O esmalte desta semana é um dos que ganhei no meu níver (postei aqui), não conhecia, mas adorei: L'APOGÉE, metálico, cor Laço, secagem rápida. Perfeito!!!


2 de jun de 2012

Namore uma garota que lê

Hoje estava atualizando as leituras nos blogs que gosto, quando me deparei com um texto que me identifiquei na mesma hora. Ele está publicado no blog da Carol, Criticando Por Aí. Sou apaixonada por livros e este texto descreve muito bem esta minha paixão.

#
Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.
Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.
Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criado pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gostaria ou gostaria de ser a Alice.
É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.
É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.

(Rosemary Urquico) 
#